cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Sedes oferece serviços no conjunto habitacional Sebastião Régis

 Atividade ocorreu durante dois dias
O Conjunto Habitacional Sebastião Régis fica em uma localização distante dos demais bairros de Imperatriz, o que dificulta o acesso dos moradores aos serviços de assistência social, bem como, de saúde. E com o objetivo de atender à necessidade daquele público, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Sedes, levou ao bairro, assistência social, com o apoio da equipe do Cras Santa Rita. Atividade ocorreu em dois dias, 17 e 18 de outubro, na sede da Associação de Moradores.

A população participou de cursos de embelezamento, ações de pesagem e recadastramento do Programa Bolsa Família, com o apoio da equipe da UBS Ouro Verde e acadêmicas do curso de Enfermagem da Ufma. Também foram realizadas consultas médicas, atividades lúdicas para as crianças, por meio do Espaço Conviver, e outros atendimentos de assistência social, psicológico, pedagógico e de terapia ocupacional.
As ações são prioritárias naquela comunidade, por causa da carência e por estar localizado distante, conforme afirma a secretária da Sedes, Janaína Ramos. “Nós recebemos a solicitação do presidente da Associação dos Moradores do Sebastião Régis, e a atendemos prontamente. Sabemos que aquela comunidade, assim como outras que também estão localizadas distantes do centro da cidade, a exemplo da ocupação Jackson Lago, realmente necessitam da assistência da Sedes. E, para atender às famílias, nós fazemos, com a orientação do prefeito Assis Ramos, o que está ao nosso alcance, desde os bairros mais remotos, até os mais próximos”, destacou.

Aproximação

A coordenadora do Cras Santa Rita, Tamyris Fernandes falou da importância da atividade. "É sempre uma satisfação, para nós, atendê-los, já que estão mais distantes do Cras. E com esta ação, nós aproximamos o Centro de Referência da população", informou.

O presidente da Associação de Moradores do Sebastião Régis, Wanderley Rodrigues, agradeceu pela realização. “Graças a Deus, todos os pedidos que a gente faz à Prefeitura, são atendidos. E eu agradeço a quem? Agradeço ao prefeito Assis Ramos, se não fosse através dele, essas ações seriam difíceis. Estivemos lá na Sedes, conversamos com a secretária Janaína Ramos, falamos da situação do bairro, e ela autorizou os dois dias de atendimento, e ainda falou que se os dois dias não fossem suficiente, prolongaria”, afirmou.
Moradora do conjunto habitacional há cerca de três anos, Maria Raimunda Novais, 31, fala que “esta é uma oportunidade única para os moradores aqui do bairro, inclusive, para as mulheres que precisam. É muito bom esse atendimento, estou achando ótimo”, disse a dona de casa.

Ela acrescentou que, se a Sedes não tivesse levado o serviço até lá, ela teria que pagar por uma condução e junto aos seus filhos, demoraria cerca de uma hora, até chegar à UBS Ouro Verde, para a pesagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário