cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

quarta-feira, 8 de julho de 2020

Secretário de Educação do Município de Imperatriz presta esclarecimentos sobre utilização de recursos do FUNDEF

O secretário municipal de educação José Antônio Pereira, 
atendeu convocação da Câmara Municipal e prestou esclarecimentos
 sobre utilização dos recursos do FUNDEF
 Aconteceu na manhã desta quarta (08 de julho) sessão especial, onde o secretário municipal de educação José Antônio Pereira, atendendo convocação feita pela Câmara Municipal, prestou esclarecimentos sobre recursos, obras e aquisição de equipamentos com aplicação dos precatórios do FUNDEF (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) no município de Imperatriz.

José Antônio explicou que os recursos foram uma decisão judicial sobre precatórios, creditados na conta do município em 2019. O acordo foi homologado na justiça federal e chegou a um montante estabelecido pelos órgãos de controle (Ministérios Públicos Federal e Estadual, TCU, TCE) e estes determinaram as diretrizes e a forma que esse recurso seria aplicado. Foi criada uma rede de fiscalização e um plano de aplicação desses recursos, que determinou o que o município iria fazer nas áreas estruturais da educação e na qualificação dos professores.

Mostrou as escolas construídas, uma no Habitar Brasil/Grande Nova Vitoria e outra no Sebastião Regis/Ouro Verde, as duas com capacidade para quase mil alunos nos três turnos, com quadras cobertas e laboratórios de robótica. Exibiu também as escolas reformadas: Tocantins, Santa Maria, Santa Rita, Mutirão, Edelvira Marques, Jair Rosignoli, Darcy Ribeiro, Presidente Costa e Silva, Elisa Nunes e Ipiranga que de acordo com ele são praticamente unidades novas.

Apresentou 28 sistemas fotovoltaicos de energia solar instalados, a climatização em 11 escolas e 50 laboratórios de robótica. Carteiras, equipamentos de cozinha, móveis de escritório, mesas e cadeiras para refeitórios, armários, estantes para bibliotecas e computadores que fazem parte do chamado “pacote de manutenção” e mais 11 ações em processo de licitação e na fase de projetos.

Foram recebidos do FUNDEF quase R$ 103 milhões em setembro de 2019 em duas contas no Banco do Brasil e Caixa Econômica. Deste montante foram aplicados pouco mais de R$ 26 milhões e o saldo dos recursos giram em torno de R$ 77 milhões na data desta apresentação.

QUESTIONAMENTOS

Os parlamentares em suas indagações colocaram a lei aprovada pela Câmara que garantia 60% dos valores do FUNDEF para os professores, que esta lei não foi respeitada e que de acordo com o que foi apresentado, não existe a intenção da prefeitura de serem repassados esses recursos aos profissionais de educação. Para eles os contratos apresentados já adentraram no montante dos professores, que existiu uma pressa muito grande em utilizar os valores em ano eleitoral e entendem que a prefeitura deu um prejuízo de quase 130 milhões só na educação de Imperatriz, pois o valor original era de R$ 227 milhões de reais.

Para o secretário deve haver uma normativa e os órgãos de controle não recomendam a condição de transferência desses valores. Alegou que há a necessidade das melhorias e que estas estão sendo feitas somente na parte estrutural e na qualificação dos educadores. “O processo judicial vinha se arrastando há quase 20 anos e as expectativas de direito eram umas, mas a realidade era outra. Não poderíamos esperar mais, e o acordo apresou uma decisão que poderia não ter se tornado o que estamos fazendo agora”.

O presidente da Câmara, José Carlos Soares em sua avaliação, disse que o mais importam são as pessoas, o ser humano, e deve existir a sensibilidade com os professores, que esperavam esse dinheiro desde o início dos anos 2000, mas agora tiveram uma grande desilusão. “Esse recurso poderia trazer a felicidade para essa classe tão sofrida e a oportunidade dessa gestão foi perdida em melhorar a vida desses servidores. Uma recompensa e reconhecimento de um trabalho de décadas”.

Ao final os vereadores pediram uma cópia do acordo judicial feito com a prefeitura através da procuradoria do município. Se sentiram contemplados com as informações, mais insatisfeitos com a forma de gerir os recursos que prezaram o bem dos prédios e não dos professores.

Advogado Nabarro recebe Título de Cidadão Imperatrizense

Advogado Nabarro com a esposa 
 O advogado e vice-presidente da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), Edmar de Oliveira Nabarro, recebeu na manhã desta terça-feira (7), o Título de Cidadão Imperatrizense da Câmara Municipal de Imperatriz.

A homenagem é em agradecimento pelos serviços prestados à cidade há 19 anos.
O homenageado é natural de Altônia, Estado do Paraná. Filho de Benedito Nabarro e Maria Aparecida de Oliveira Nabarro, é casado com a Biomédica Esteta Kamila Carla Lima Madeira e pai de três filhos, Edmar Zimerer Nabarro Junior, Pietro Madeira Nabarro e Nicolas Madeira Nabarro.
Edmar Nabarro com o vereador Chiquim da Diferro 
 Fotos: Divulgação
Edmar Nabarro agradeceu a homenagem, da tribuna, ao vereador Chiquinho da Diferro e à Câmara Municipal de Imperatriz. Além disso, fez um agradecimento especial a toda sua família e a família maçônica. Disse que a Maçonaria, ao longo de sua trajetória na cidade, lhe ensinou princípios e valores importantes que ele leva para toda a vida. “Foi na Maçonaria que aprendi muitas coisas na minha vida, e lá eu consegui entender como precisamos ser no mundo: homens firmes, honestos, retos e principalmente de boa palavra e bons costumes.”
Nabarro enfatizou que escolheu Imperatriz como sua cidade e aqui permanecerá contribuindo e trabalhando.


Em Açailândia mais de 200 Quilos de carne imprópria para consumo é apreendida

Para impedir que a carne proveniente de abates clandestinos chegue ao consumidor maranhense, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) apreendeu e inutilizou mais de 200 quilos de carne no último fim de semana no município de Açailândia, com o apoio das Polícias Civil e Militar do Maranhão (PMMA).

A carne foi apreendida durante uma abordagem da PMMA próxima a um açougue da cidade. Os policiais pararam um veículo pick-up compacto, cuja caçamba transportava aproximadamente 225 quilos de carne de modo inadequado, com possível origem de abate clandestino, o que caracteriza um produto impróprio para o consumo humano.

O gestor da Unidade Regional da AGED/MA em Açailândia, Damião Macedo, afirmou que a polícia, ao apreender a carne, encaminhou para a delegacia de Açailândia, que comunicou a AGED/MA sobre os fatos. O produto foi entregue aos fiscais da Agência para inutilização do produto e para lavrar o auto de infração ao detentor da carne.

“Nós nos dirigimos com a equipe até a delegacia para proceder com todos os trâmites legais. Além disso, passamos orientações ao dono do açougue quanto a importância de comercializar produtos de origem animal registrados no Serviço de Inspeção Oficial”, explicou Damião Macedo.
Do Blog f5 acailandia

Polícia apreende armas e 120 kg de maconha em Vitória do Mearim, no MA

Tabletes de maconha e armas apreendidas em 
Vitória do Mearim, no Maranhão
 Foto: Divulgação/Polícia Civil

 Ao todo, cinco homens foram presos por envolvimento com o tráfico de drogas.


A Polícia Civil apreendeu na madrugada desta quarta-feira (8) cerca de 120 kg de maconha em um povoado de Vitória do Mearim, na baixada maranhense, a cerca de 178 km de São Luís.

Motos apreendidas pela polícia na operação em Vitória do Mearim 
 Foto: Divulgação/Polícia Civil
Segundo a polícia, uma denúncia apontou que haveria um grande transporte de drogas na região. Com as informações, os policiais realizaram uma barreira e revistaram veículos.

Um homem tentou fugir, mas foi preso portando um revólver calibre 38, com seis munições, além de dois tabletes de maconha. Em seguida, uma motociclista foi encontrado com um revólver calibre 38 com três munições.
Em uma terceira motocicleta, com dois homens, a polícia encontrou um saco contendo oito peças de maconha, sendo que um dos ocupantes portava revólver calibre 38.
Por fim, a polícia encontrou um carro com três sacos de nylon que tinha 106 tabletes de maconha. Ao todo, 117 tabletes de maconha foram apreendidos, além de três armas de fogo e cinco veículos.

Todos os envolvidos foram presos e levados para serem autuados em São Luís pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo. Depois, foram encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
Por G1 MA

terça-feira, 7 de julho de 2020

O Maranhão tem 2.286 mortos, 70.927 curados e 92.088 casos confirmados da Covid-19, desta terça-feira (7)


O Maranhão tem 92.088 casos confirmados da Covid-19, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES). No boletim epidemiológico desta terça-feira (7), mais 1.837 casos foram registrados. O estado segue com 2.286 mortos pela doença e 70.927 curados.

Nas últimas 24h, duas pessoas morreram e outros 32 casos foram confirmados (casos que aguardavam resultados de exames para diagnóstico da Covid-19). Por outro lado, foram mais 1.312 pessoas que receberam alta.

Dos novos casos, 154 foram notificados na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 73 em Imperatriz e 1.610 nas demais regiões do estado.
Mortes por Covid-19

As mortes confirmadas no boletim foram registradas Barra do Corda, Chapadinha, Colinas, Grajaú, Itapecuru Mirim, Lima Campos, Nina Rodrigues, Santa Luzia do Paruá, Trizidela do Vale, Tutóia, Viana, Vitorino Freire, Bacabal (2), Paço do Lumiar (2), São José de Ribamar (2), Lago da Pedra (3), Zé Doca (3) e São Luís (12).

O Maranhão chegou a 70.927 pessoas curadas do novo coronavírus. Segundo a SES, 18.875 seguem em tratamento por conta da infecção, sendo que 18.026 estão em isolamento domiciliar e 849 estão em leitos hospitalares. Em enfermarias são 509 pacientes e em leitos de UTI são 340 em tratamento.

Foram 2.546 que testaram positivo para a Covid-19 no estado e 2.381 estão curados, porém 50 não resistiram à infecção e morreram.

Com base nos 191.287 testes laboratoriais realizados no estado para o diagnóstico da doença, a SES informou que 98.270 foram descartados e 6.683 seguem sob suspeita.

Ficar em casa
Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.
Por G1 MA

Relator apresenta parecer e Comissão Processante dá continuidade a denúncia contra o prefeito de Imperatriz

O relator da Comissão Processante, Ricardo Seidel, 
deu parecer favorável à continuidade do processo 
de afastamento do executivo municipal
 Por unanimidade, a Comissão Processante da Câmara Municipal de Imperatriz, decidiu nesta terça-feira (07), dar prosseguimento à denúncia apresentada contra o prefeito Assis Ramos. Com a apresentação da decisão do relator, a comissão passa a ouvir testemunhas, fazer diligências e o que mais for necessário para esclarecer os fatos apresentados no parlamento.

O prefeito e a secretária de saúde Mariana Jales são acusados de cometer infrações político-administrativas na saúde de Imperatriz e tiveram pedido de afastamento protocolado pelos advogados Fábio Santana e Gabriela Bonfim.

De acordo com relator da Comissão, vereador Ricardo Seidel, o resultado do seu parecer levou em conta seis infrações tipificadas:

Retardo intencional nas prestações de contas;

Impedimento a fiscalização;

Ausência de prestação de contas com ofensa a lei de responsabilidade fiscal;

Ausência de aprovação legislativa do decreto de calamidade pública;

Denúncia de desvio de 43 milhões de reais do Ministério da Saúde e Ausência de prestação de contas desse recurso;

Suplementação acima do permitido pela LOA (Lei Orçamentária Anual)

Ricardo enfatiza que a conclusão foi baseada depois de ouvir análise realizada pelo serviço jurídico da procuradoria, departamento de comissões, secretaria e contabilidade da Câmara Municipal, para que sua decisão fosse técnica. Depois de examinar as acusações e as defesas não restou outra opção a não ser recomendar e votar pelo recebimento e processamento das denúncias recebidas, uma vez que os fatos são graves e merecem esclarecimentos por parte do chefe do executivo.

Agora vai ser dado o conhecimento da admissibilidade do processo ao executivo através de seus procuradores presentes: Daniel Endrigo Macedo, Alex Brunno da Silva e Demostenes da Silva. O vereador Aurélio Gomes, presidente da Comissão Processante, irá marcar novas sessões e notificar as partes.

Polícia desmantela desmanche de carros em Davinópolis

No local, foram apreendidos seis
 veículos, e dois homens foram presos.
DAVINÓPOLIS – Após uma denuncia anônima, a Polícia Militar chegou a uma chácara no município de Davinópolis, onde funcionava como desmanche de carros. No local, foram apreendidos seis veículos, sendo cinco de passeio e uma caminhonete. Todos estavam sendo desmontados.

De acordo com a polícia, três homens estavam no local, dois foram presos e um conseguiu fugir. Os suspeitos ainda tentaram subornar os policiais. Eles foram trazidos para Imperatriz, apresentados no Plantão Central da Polícia Civil e autuados.

Ainda conforme a polícia, os suspeitos já tinham passagem por receptação e adulteração de veículos.

Os veículos encontrados no local têm placas dos estados do Pará, Piauí e Maranhão. A polícia acredita que todos os carros eram roubados, e que as peças seriam comercializadas em Imperatriz.

As investigações devem continuar. Agora, a polícia quer saber se tem mais pessoas envolvidas no crime e quem seriam os compradores das peças retiradas dos veículos. 
Fonte: Imirante.com

Detento é encontrado enforcado em unidade prisional de Davinópolis

Douglas foi encontrado morto no presídio 
de Davinópolis - Arquivo/O PROGRESSO
Jovem estava com lençol amarrado ao pescoço e pendurado na grade. Ele respondia por latrocínio ocorrido em Imperatriz
O detento Douglas Barbosa Assis, 25 anos, foi encontrado morto em uma das celas por um dos monitores, com um lençol amarrado no pescoço e pendurado à grade de ventilação externa. Ele estava na unidade prisional de ressocialização de Davinópolis, a 12 km de Imperatriz.

Douglas Barbosa Assis respondia por latrocínio (roubo seguido de morte), ocorrido em Imperatriz, cuja vítima foi a própria tia, pelo qual estava condenado a 26 anos de reclusão em regime fechado.
A Polícia Civil, por meio de Delegacia Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), está investigando o crime como homicídio. A genitora de Douglas, em conversa com a reportagem de O PROGRESSO, disse que ele teria sido agredido antes de morrer.

O caso - De acordo com o inquérito policial, no dia 29 de abril de 2017 Douglas Barbosa furtou a quantia de R$ 1 mil e dois telefones celulares da casa da vítima. O denunciado morava em um quarto nos fundos da casa da tia e a surpreendeu bem cedo com violência, apertando seu pescoço, derrubando-a no chão, desferindo chutes e socos contra o seu rosto, cabeça e demais partes do corpo.
Após as agressões, a vítima desmaiou por algum tempo, momento em que Douglas a arrastou por cerca de dez metros. Foi quando o denunciado fugiu, após furtar o dinheiro e os celulares. Encaminhada para atendimento médico, Maria Divina faleceu no dia 29 de maio em decorrência de insuficiência respiratória por conta de um trauma torácico ocasionado pela violência sofrida.
Douglas Barbosa Assis foi preso em Balsas, após praticar um assalto com outros comparsas, ocasião que a polícia balsense descobriu que ele tinha mandado de prisão em aberto por latrocínio. Quando preso em Balsas, se identificou com nome falso de Maicon, farsa logo desfeita pelos policiais. Já condenado, Douglas foi recambiado para Imperatriz e depois transferido para o presídio de Davinópolis.

Comissão processante realiza terceira reunião

Realizada terceira reunião da Comissão Processante 
que analisa o pedido de afastamento do prefeito Assis Ramos 
e da secretária de saúde Mariana Jales
 Os trabalhos da Comissão Processante, instalada após o Poder Legislativo municipal acatar denúncia dos advogados Fábio Santana e Gabriela Bonfim, sobre inúmeras práticas de infrações na saúde, cometidas pelo prefeito Assis Ramos e a secretária de saúde Mariana Jales, segue obedecendo todos os prazos e ritos do processo, abrindo espaço para os envolvidos apresentarem ampla defesa.

O relator Ricardo Seidel finda nesta semana o prazo para emitir o seu respectivo parecer prévio, acerca da defesa apresentada e na manhã desta segunda (06), durante reunião da Comissão, requisitou documentos para a contabilidade e a procuradoria da Câmara, respectivamente sobre denúncias contábeis e a legalidade jurídica inerente aos decretos no período de pandemia. Foi redigido ofício à Assembleia Legislativa pedindo o processo de aprovação do decreto enviado para aquela casa de leis e requerido o resultado do relatório do terceiro quadrimestre da saúde. Fez também o pedido para que a Câmara Municipal dê conhecimento aos Ministérios Públicos Federal e Estadual (MPF e MPE), dessas investigações, para que estes participem como colaboradores da Comissão.
 
Participaram o presidente Aurélio Gomes, o relator Ricardo Seidel e o membro Bebé Taxista, com demais técnicos jurídicos e contábeis. Nesta terça (07) acontece às 15h30 mais uma reunião da Comissão. Apesar de notificado o prefeito ou seu procurador não compareceram.



segunda-feira, 6 de julho de 2020

O Maranhão chegou a 2.250 mortos, 69.615 curados e 90.251 casos confirmados do novo coronavírus nesta segunda-feira (6)


O Maranhão chegou a 90.251 casos confirmados do novo coronavírus nesta segunda-feira (6), como revela o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SES). São 2.250 mortos pela doença e 69.615 curados em todo o estado.

Em 24 horas, foram confirmados 548 casos novos, dos novos casos, 134 foram notificados na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), 19 em Imperatriz e 395 nas demais regiões do estado.
No boletim desta segunda, a SES disse que correções no sistema. "Na revisão de dados, um caso de Matões do Norte, um caso de Itapecuru-Mirim, um caso de Cantanhede, um caso de Pastos Bons, um caso de São João dos Patos, um caso de Colinas e 19 casos de Tutóia foram excluídos por duplicidade".

Mortes por Covid-19
As mortes confirmadas no boletim foram registradas Santa Luzia, Paço do Lumiar, Ribamar Fiquene, Urbano Santos, Imperatriz, Raposa, Poção de Pedras, São Bernardo, Vitorino Freire, Chapadinha, Coroatá (2), Timon (4) e São Luís (15).

O Maranhão tem 69.615 curados da Covid-19, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES) 18.386 pessoas continuam em tratamento no Maranhão, sendo que 17.574 estão em isolamento domiciliar, 474 em leitos de enfermarias e 338 em UTIs das redes pública e particular.

O boletim diz ainda que 50 profissionais de saúde morreram devido a infecção. Até o momento foram 2.518 contaminados, dos quais 2.352 conseguiram se recuperar.

Foram realizados 187.217 testes laboratoriais para diagnóstico da Covid-19. Foram descartados 96.037 com base nestes exames e 6.776 casos seguem como suspeitos.

 Ficar em casa
Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

Por G1 MA

PRF apreende cinco carretas carregadas com madeira que estavam escondidas em Povoado na zona rural de Açailândia/MA

 Sábado, dia 4 de julho de 2020, por volta das 10h30, uma equipe da PRF realizava ronda ostensiva na altura do Km 335 da BR 010, entre Açailândia/MA e Itinga do Maranhão/MA, e ao avistar um caminhão saindo da estrada de chão que dá acesso ao Povoado 50 Bis, resolveu adentrar na referida estrada e chegando no Povoado Nova Vitória, visualizou carretas paradas que aparentavam transportar madeira serrada.

No mesmo instante, pelo menos quatro homens que se encontravam num restaurante próximo aos veículos empreenderam fuga pelo matagal.

A equipe tentou alcançá-los, porém, sem sucesso. Ao retornar em direção aos caminhões, percebeu que todos encontravam-se com carga de madeira serrada e suas cabines trancadas. Informações deram conta que os veículos estavam parados no povoado a cerca de 03 a 05 dias.
Diante das constatações iniciais, os policiais permaneceram no local até a chegada de apoio para retirada e apreensão dos veículos e da carga.

Equipes da PRF, PM e Exército Brasileiro auxiliaram na retirada e escolta dos caminhões, que foram entregues ao ICMBio em Açailândia.

Diante das informações obtidas foram constatados, a princípio, os seguintes delitos: Transportar, adquirir, vender, madeira, lenha, carvão  sem licença válida.

Combate a crimes ambientais na Região Tocantina

Somente no ano de 2020, a Polícia Rodoviária Federal na Região Tocantina apreendeu 42 (quarenta e duas) carretas transportando um total de 1.265 metros cúbicos de madeira irregular.







Toda essa madeira é suficiente para transbordar uma piscina semi-olímpica, que tem 1.000 metros cúbicos, dividos em 25 metros de comprimento, 20 metros de largura e dois metros de profundidade.

A PRF em todo o Brasil tem intensificado as fiscalizações a veículos de carga, com foco em combater crimes ambientais, visto que quadrilhas especializadas estão atuando no desmatamento das florestas brasileiras.

Fonte: PRF



O Maranhão chegou a 89.714 pacientes infectados, 2.219 óbitos e 69.005 pessoas recuperadas por Covid-19 neste domingo (5).


O Maranhão chegou a 89.714 pacientes infectados pelo novo coronavírus, 2.219 óbitos por Covid-19 e 69.005 pessoas recuperadas da doença. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (SES) neste domingo (5).

Em 24 horas, foram registrados 657 novos casos da doença e 34 mortes em 17 municípios. Mortes por Covid-19
As mortes confirmadas no boletim foram registradas nas cidades de Morros (1), São José de Ribamar (1), Paço do Lumiar (1), Santa Luzia (1), Viana (1), Tufilândia (1), Itapecuru-Mirim (1), Buritirana (1), Itinga do Maranhão (1), Santo Amaro (1), Montes Altos (1), João Lisboa (1), Bom Jesus das Selvas (1), Lagoa Grande do Maranhão (1), Santa Inês (2), Imperatriz (4) e São Luís (14).
Dos novos casos, 134 foram notificados na Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa), cinco em Imperatriz e 518 nas demais regiões do estado. O número de suspeitos subiu para 6.872.

O Maranhão chegou a 69.005 curados do novo coronavírus de acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) neste domingo (5). Os dados apontam que 350 pacientes receberam alta nas últimas 24 horas e 18.490 seguem em tratamento.

Ao todo, o Maranhão já contabiliza 2.504 profissionais da saúde infectados pela Covid-19. Deste número, 2.336 estão curados e 45 morreram. Mais de 184 mil testes para a doença já foram realizados no estado desde o início da pandemia.
Ficar em casa
Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.
Por G1 MA

domingo, 5 de julho de 2020

O Maranhão chegou a 68.655 curados tem 2.185 óbitos do novo coronavírus e 18.217 seguem em tratamento, deste sábado (4)


O Maranhão tem 89.057 casos confirmados da Covid-19, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES). No boletim deste sábado (4), a informação é de que foram mais 843 casos novos as últimas 24h. O estado tem 2.185 óbitos e 68.655 curados.

A Secretaria de Saúde informou que dos casos novos, 162 foram na Ilha de São Luís (São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar), 29 foram em Imperatriz e 652 foram em outros municípios.

A SES informou que eliminou 14 casos do sistema na revisão de dados. "Três casos de Zé Doca, um caso de Anajatuba e um caso de Maranhãozinho, dois casos de Açailândia, dois casos de Barra do Corda, um caso de Itaipava do Grajaú, um caso de Paulo Ramos, um caso de Peritoró, um caso de Presidente Médici e um caso de Senador La Rocque foram excluídos por duplicidade. Em razão de mudança de domicílio do paciente, um caso de Bacabal foi transferido para Conceição do Lago Açu", diz por meio do boletim.
As mortes confirmadas no boletim foram registradas em Apicum-Açu, Bacabal, Codó, Conceição do Lago Açu, Esperantinópolis, Governador Newton Bello, Igarapé Grande, João Lisboa, Paço do Lumiar, Timon, Viana, Vitorino Freire, Zé Doca, Colinas (2), Santa Inês (4) e São Luís (13).
O Maranhão chegou a 68.655 curados do novo coronavírus e 18.217 seguem em tratamento, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES).
Nas últimas 24h, receberam alta 1.114 pacientes. Das pessoas que estão em tratamento, 17.405 estão em tratamento, 467 estão em enfermarias e 345 estão em leitos de UTI.

Ao todo, foram 2.493 profissionais de saúde infectados, 2.321curados e 45 mortos pela doença, como detalha o boletim epidemiológico da SES.

Foram realizados 181.949 testes para o diagnóstico da Covid-19, no Maranhão, sendo que com base nestes exames, a Secretaria de Saúde descartou 91.963 suspeitos e 6.944 suspeitos seguem em observação.

Ficar em casa
Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.

Por G1 MA

sábado, 4 de julho de 2020

O Maranhão tem 2.153 mortes, 67.541 curados e 88.214 casos confirmados de Covid-19 desta sexta-feira (3).


O Maranhão chegou a 88.214 casos confirmados de Covid-19, como mostra o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (SES) desta sexta-feira (3). Foram mais 2.189 casos novos nas últimas 24h. Ao todo, o estado tem 2.153 mortes pela doença e 67.541 estão curados.

Nas últimas 24h, a SES confirmou também 34 mortes e 2.725 pessoas curadas do novo coronavírus. Quanto aos casos ativos (pessoas em tratamento), o boletim diz que são 18.520.

Sobre os casos novos, foram 75 na Ilha de São Luís (São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar), 30 em Imperatriz e 2.084 nos outros municípios.

A SES disse que fez duas alterações nos registros. "Na revisão de dados, um caso foi transferido de São Luís para São João dos Patos e um caso de São José de Ribamar para Santa Rita em função de mudança de domicílio de paciente".
As mortes confirmadas no boletim foram registradas em Alto Alegre do Maranhão, Bom Jesus das Selvas, Esperantinópolis, Lago da Pedra, Presidente Dutra, Santa Luzia, Santa Rita, São João dos Patos, São Raimundo das Mangabeiras, Senador La Roque, Tufilândia, Turilândia, Vargem Grande, Vitorino Freire, Paço do Lumiar (2), Urbano Santos (2), Grajaú (3), Imperatriz (3), Santa Quitéria (3) e São Luís (7).
O Maranhão teve mais 2.725 que receberam alta nas últimas 24h e o estado chegou a 67.541 curados da Covid-19.
Segundo a SES, 18.520 estão em tratamento contra a doença, sendo que 17.639 estão em isolamento domiciliar, 514 em enfermarias e 367 em leitos de UTI.

Quanto aos profissionais de saúde, 2.428 foram contaminados, 2.290 estão curados e 42 morreram por conta do novo coronavírus.

Foram realizados 178.975 testes para diagnóstico da doença no estado e 89.832 foram descartados. Seguem em observação, 6.407 casos suspeitos.

Ficar em casa
Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.
Por G1 MA

sexta-feira, 3 de julho de 2020

POLÍCIA CIVIL PRENDE EM FLAGRANTE MOTORISTA DE APLICATIVO QUE VENDIA COCAÍNA, EM IMPERATRIZ/MA

No dia 1º/07/2020, por volta das 15h00, a Polícia Civil do Maranhão, por meio da DENARC (Delegacia de Repressão ao Narcotráfico de Imperatriz), unidade vinculada à SENARC, prendeu em flagrante um motorista de aplicativo que costumava realizar a venda de cocaína em Imperatriz.

Após o recebimento de denúncias anônimas, investigadores da DENARC passaram a monitorar o suspeito. Na tarde de quarta-feira (1º/07), os investigadores abordaram um homem que acabara de sair da casa do motorista, sendo encontrado com ele um papelote de cocaína. O homem se declarou usuário e informou que comprara a droga do motorista de aplicativo.

Diante disso, os policiais realizaram uma busca na casa do suspeito, ocasião em que foram encontrados 75g (setenta e cinco gramas) de cocaína, uma balança de precisão, diversas embalagens plásticas do tipo “zip” comumente utilizadas para acondicionar cocaína, além de considerável quantia em dinheiro, um tablete, vários relógios e aparelhos celulares.

Diante da situação flagrancial, o motorista de aplicativo recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Repressão ao Narcotráfico de Imperatriz, onde foi autuado em flagrante, em razão do cometimento do crime de tráfico de drogas.

Após os procedimentos de praxe, o indiciado foi conduzido ao sistema penitenciário, onde permanecerá à disposição da Justiça.

O usuário também foi conduzido à delegacia, onde prestou declarações e vai responder pelo crime previsto no art. 28 da Lei nº 11.343/2006 (porte de droga para uso pessoal).

A Polícia Civil agradece a colaboração da sociedade e solicita que as denúncias anônimas continuem sendo feitas por meio do WhatsApp (99) 99156-4783, sendo assegurado o total sigilo da fonte.

quinta-feira, 2 de julho de 2020

O Maranhão tem 2.119 mortos e 64.816 curados e chegou a 86.025 casos confirmados de Covid-19, nesta quinta-feira (2)


O Maranhão registrou 2.769 casos novos de Covid-19 nas últimas 24h, sendo que 2.665 foram no interior do estado. O Maranhão chegou, assim, aos 86.025 casos confirmados da doença nesta quinta-feira (2), segundo os dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES). São 2.119 mortos e 64.816 curados.

Dos casos novos no estado, 104 foram na Ilha de São Luís (São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar), 91 em Imperatriz e 2.574 em outros municípios.

O município de São Félix de Balsas apareceu pela primeira vez no boletim da SES com três casos confirmados. Assim, dos 217 municípios do Maranhão, apenas Lagoa do Mato não tem casos confirmados da doença, segundo a Secretaria de Estado da Saúde.

As mortes confirmadas no boletim são em Carutapera, Sata Inês, Itinga, Bacabal, Brejo, Bela Vista, Alto Parnaíba, Imperatriz (2), Igarapé Grande (2), Timon (4), Balsas (7), Chapadinha (8) e São Luís (8).

O Maranhão chegou a 64.816 pessoas curadas da Covid-19 e 19.090 estão em tratamento contra a doença.
Das pessoas em tratamento, 18.157 estão em isolamento domiciliar, enquanto que 554 estão em enfermarias em hospitais públicos e privados, e 379 estão em leitos de UTI.
Sobre os profissionais de saúde, 2.393 foram infectados, 2.257 estão curados, mas 40 morreram.

A testagem no estado chegou a 174.442. Com base nestes exames, a SES informou que 87.488 foram descartados e 6.545 casos suspeitos estão em acompanhamento.

Ficar em casa
Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.
Por G1 MA

Policia Civil e Militar prendem trio acusado de tráfico de drogas em Itinga - MA

 Em uma ação realizada na manhã desta quinta-feira(2) , as Polícias Civil e Militar do município de Itinga do Maranhão ,conseguiram prender em flagrante três pessoas(um homem e duas mulheres) suspeitas pelo crime de tráfico de drogas, segundo a autoridade policial , os três autuados já estavam sendo investigados com base em denúncias que relataram que os mesmos seriam administradores de pontos de comercialização de entorpecentes em duas residências no bairro São Sebastião .

A Polícia Civil representou pela busca e apreensão domiciliar nos imóveis dos investigados, que foi deferido pelo Poder Judiciário local. Em poder da decisão judicial, policiais civis realizaram campanas e flagraram a movimentação de pessoas na porta de um dos imóveis investigado, momento em que foi desencadeado a operação, na residência do casal os policiais civis e militares apreenderam 88 porções de substância esverdeada semelhante a maconha, 3 porções de substância semelhante a crack e um sachê contendo substância em pó branco, semelhante a cocaína, cerca de 315 reais , duas balanças de precisão, papel filme e tesoura, além de mudas de maconha .
 
Já na segunda residência investigada, as equipes policiais apreenderam 1(uma) porção de substância entorpecente semelhante a maconha ,1(uma) pedra de substância semelhante a crack e 15 porções de substância semelhante a mesma droga , além de tubos de linha para costura, sacolas plásticas e aparelhos celulares.
Os presos receberam voz de prisão e foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Itinga, sendo o preso recambiado a Unidade Prisional de Ressocialização de Açailândia e as presas conduzidas à Unidade Prisional de Ressocialização de Davinópolis, onde permanecerão à disposição da justiça
Do Blog f5 acailandia

Câmara derruba veto da prefeitura que retirava gratificação para agentes de saúde expostos ao covid-19

O veto total ao reajuste dos agentes Comunitários de Saúde e combate a endemias também foi derrubado

Vetos totais da prefeitura a gratificação de servidores da saúde
expostos ao covid-19 e ao reajuste aos agentes comunitários de
 saúde foram derrubados pela Câmara Municipal
 Nesta quarta (01), seguindo decreto legislativo que suspende o recesso do mês de julho, devido ao período de quarenta, aconteceu a primeira sessão extraordinária, onde entre outros assuntos em pauta estavam 2 vetos totais do executivo a projetos de lei aprovados pelo parlamento:

01 - Que autoriza o Executivo Municipal a conceder adicional de insalubridade a profissionais de saúde que atendem a pessoas com covid-19

02 - Que concede reajuste aos Agentes Comunitários de Saúde e combate a endemias.

As comissões permanentes de Orçamento e de Constituição e Justiça da Câmara deram parecer favorável as matérias, o que para os vereadores é além de legal, muito justo aos profissionais de saúde; pessoas que estão expostas a pandemia de coronavírus e ficam na linha de frente. Muitos destes até já faleceram por terem contraído a doença.

“O prefeito de forma cruel não dá o aumento a esses guerreiros da saúde. Poderia pelo menos mandar uma alteração dizendo quanto poderia ser dado de aumento, ou de adicional, mas não gosta dos servidores. Prefere vetar logo. Quem trabalha a frente dessa pandemia merece ter esses adicionais, mas ele mostra uma insensibilidade difícil de entender”, disse o presidente José Carlos.

Pedro Gomes disse que a Câmara tem que fazer valer seus poderes e o prefeito tem que respeitar o poder legislativo. “Ultimamente só estamos derrubando vetos. Somos 21 vereadores e estamos sempre errados de acordo com a assessoria da prefeitura. Todas as leis aprovadas nesta casa estão sendo vetadas, tem algo muito errado acontecendo. Nunca se viu tantos vetos contra projetos de lei que beneficiam os servidores e a população”.

Os vetos foram rejeitados pelas comissões. Os dois foram derrubados por unanimidade. Os vereadores seguiram o parecer da relatoria.

Decreto legislativo suspende mês de recesso na Câmara Municipal de Imperatriz

Recesso de julho da Câmara Municipal de Imperatriz foi
 suspenso através de decreto legislativo
Na terça, 30 de junho, aconteceu a última sessão do 7º período e o plenário da Câmara Municipal aprovou decreto legislativo que suspende o recesso do mês de julho.

Com base no artigo 361 do regimento interno da Câmara Municipal, foi apresentado requerimento pedindo a suspensão do recesso parlamentar que vai de 01 a 31 de julho deste ano.

Devido à pandemia do coronavírus, os meses de abril e maio de 2020 tiveram sessões suspensas respeitando os decretos de quarentena, o que prejudicou o funcionamento das atividades legislativas. Os efeitos desta tragédia são vistos na saúde e na economia.

O município necessita da continuidade e da atuação vigorosa do parlamento que se manteve árduo nas discussões, votações de projetos, indicações e tribunas, com sessões presenciais e remotas. Diante do esforço conjunto contra a pandemia, se faz necessário a fiscalização permanente de outros problemas gravíssimos nas áreas de infraestrutura, saúde, educação, desenvolvimento social e por isso se faz necessária a supressão do recesso do mês de julho deste ano.

Foram criadas duas comissões temporárias neste período e diante dessas ocorrências, os trabalhos não podem parar.

A administração da câmara, definirá em conjunto com os servidores, uma data para o gozo das férias. A primeira sessão extraordinária do 8º período já se iniciou nesta quarta, 01 de julho e seguirá até o final do ano.

O requerimento foi assinado por todos os vereadores, ou seja, foi aprovado por unanimidade. Esta é a primeira legislatura com um período estendido por essa quantidade de meses e não irá parar até o dia 15 de dezembro.

quarta-feira, 1 de julho de 2020

O Maranhão tem 2.081 mortos e 63.156 curados e chegou a 83.256 casos confirmados de Covid-19, nas últimas 24h

Três municípios chamaram atenção no boletim desta quarta-feira por conta do número de casos novos. Caxias, Pinheiro e São Bento tiveram muitos registros novos.
O Maranhão chegou a 83.256 casos confirmados de Covid-19, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES). Por meio de boletim epidemiológico, a SES disse que o estado registrou mais 2.805 casos novos nas últimas 24h, sendo que menos de 100 destes casos novos foram na Ilha de São Luís. O estado tem 2.081 mortos e 63.156 curados da doença.

Nas últimas 24h, o Maranhão registrou 33 mortes pela Covid-19 e mais 2.063 pessoas receberam alta médica.

Dos casos novos, 99 foram na Ilha de São Luís (São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar), 81 foram em Imperatriz e 2.625 foram nos outros municípios.

Três municípios chamaram atenção no boletim desta quarta-feira por conta do número de casos novos. Caxias teve mais 677 registros, Pinheiro apareceu com 321 casos novos e São Bento com 299. São Luís continua como o municípios com mais ocorrências no estado. Neste boletim foram mais 99 registros o que faz com que a capital tenha 13.144 casos e 834 mortes pela doença.
As mortes confirmadas no boletim contam nos municípios de Afonso Cunha, Arari, Barra do Corda, Buritirana, Paço do Lumiar, Santa Quitéria, São Benedito do Rio Preto, Viana, Zé Doca, Água Doce do Maranhão (2), Bom Jardim (2), Magalhães de Almeida (2), Sítio Novo (2), Imperatriz (3), Chapadinha (4) e São Luís (9).
O Maranhão chegou a 63.156 pessoas curadas da Covid-19, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).
Os dados mostram também 2.063 pessoas receberam alta nas últimas 24h. Enquanto 18.019 continuam em tratamento. São 17.085 em isolamento domiciliar, 560 em enfermarias e 374 em leitos de UTI.
Foram realizados 169.126 testes para diagnóstico da Covid-19 no Maranhão. Com base nestes exames, a SES descartou 84.941 casos e 5.823 são monitorados por conta de suspeita de estarem infectados.
Quanto aos profissionais de saúde no estado, foram infectados 2.376, sendo que 2.232 estão curados, mas 40 morreram.

Ficar em casa
Ficar em casa é importante porque, segundo as autoridades de saúde, é a única maneira mais eficaz no momento para frear o aumento repentino no número de casos, o que poderia causar um colapso no sistema de saúde pela falta de leitos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Um colapso causaria a diminuição drástica da capacidade do sistema de saúde em cuidar dos pacientes, o que aumenta a chance de óbitos por Covid-19 e também por outras doenças.

Cuidados
Para evitar a proliferação do vírus, o Ministério da Saúde recomenda medidas básicas de higiene, como lavar as mãos com água e sabão, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel quando espirrar ou tossir e jogá-lo no lixo. Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas.
Por G1 MA

A Polícia Civil de Açailândia prende estuprador em Bom Jesus das Selvas.

A polícia civil do estado do Maranhão, por intermédio da delegacia de polícia civil de Bom Jesus das Selvas sob a titularidade do delegado ANDERSON R. DE OLIVEIRA, pertencente a 9ª Delegacia Regional de Açailândia/MA deu cumprimento na manhã desta quarta-feira dia 01 de Julho, ao mandado de prisão preventiva expedido pela comarca de Buriticupu/MA, em desfavor do nacional identificado pelas iniciais, W.S.D que vai responder pelo crime previsto no Art. 217-A do Código Penal.

Foi noticiado que o conduzido estava cometendo o crime há cerca de um ano e, após este fato ser noticiado e colhidos os indícios iniciais, foi representado pela prisão preventiva do mesmo. Na manhã de hoje se deu cumprimento ao mandado de prisão. Realizado os devidos procedimentos legais o mesmo foi recambiado para a UPR de Açailândia, onde ficará a disposição do poder judiciário da comarca de Buriticupu/MA.

As informações são da Policia Civil do Maranhão
Do Blog f5 acailandia

Homem Surta, e mata Sargento do CTA a tiros durante ocorrências e outro Policial ficou ferido no Maranhão

Sargento do CTA morre com tiro no pescoço
 durante ocorrência em São Domingos do Maranhão
Sargento Cantanhede do CTA é morto a tiros durante ocorrências em São Domingos, outro Policial ficou ferido
Do Blog sala vipp   

O autor do disparo foi um senhor que estava ameaçando a própria família dentro de casa, e recebeu os policiais à bala

Um sargento da Polícia Militar morreu, na manhã desta quarta-feira, 01, após levar um tiro no pescoço durante uma ocorrência no povoado Viola, Zona Rural do município de São Domingos do Maranhão.De acordo com as primeiras informações, policiais do 18º BPM de Presidente Dutra foram atender o caso de um senhor que estava ameaçando os próprios familiares dentro da sua residência. Quando chegou ao local, a equipe foi surpreendida com tiros disparados de dentro da casa.

A situação se agravou e policiais do Centro Tático Aéreo (CTA) foram solicitados para prestar reforço aos companheiros, e também foram recebidos à bala pelo homem, que estava armado com uma bate-bucha. Um dos tiros acertou mortalmente o sargento Cantanhede no pescoço. Outro PM, identificado com Danilo foi encaminhados ao Socorrão, está estável, já que o disparo atingiu a sua perna. Cantanhede morreu a caminho do hospital, já o suspeito que feriu os policiais foi morto no confronto com a polícia.

 A Policia Militar está de LUTO pela perda deste grande guerreiro.

Moto é recuperada e ladrão preso na zona rural de Açailândia

Equipes da Policia Militar receberam informações sobre o furto de uma motocicleta modelo POP de cor vermelha, nas mediações do povoado 50 BIS, Sudelandia, a guarnição de plantão foi até o local, e constatou a veracidade do caso, os Policiais confirmaram com populares, onde foram informados o responsável pelo furto e a provável localização do veículo.

A denúncia anônima repassada por moradores apontaram que o autor do crime, e o veiculo estavam na vila Nova Conquista, local para onde a GU se deslocou, ao chegarem na residência citada, um homem correu rapidamente ao notar a aproximação da viatura, ele evadiu-se “mato a dentro” na tentativa de fugir do cerco, no local os militares localizaram a motocicleta com algumas avarias.

A guarnição que atendeu a ocorrência adentrou no matagal em diligencias, na tentativa de localizar o homem em fuga, minutos após as buscas, ele foi localizado, questionado sobre o crime, acabou confessando que furtou a motocicleta, de imediato o elemento recebeu voz de prisão, e foi conduzido para a 9º Delegacia Regional de Açailândia sem lesões corporais.
Do Blog f5 acailandia

GPE prende motorista de aplicativo suspeito de envolvimento em assassinato de fazendeiro

Fazendeiro Jefte Silva Xaves foi executado com vários tiros
 Arquivo/O PROGRESSO
Policiais da 10ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Imperatriz, por meio do Grupo de Pronto Emprego (GPE), prenderam ontem um motorista de aplicativo, suspeito de envolvimento no assassinado de um fazendeiro na zona rural de João Lisboa.

Os policiais cumpriram mandado de prisão decretada em desfavor de M.A.T.C.C. pela 2ª Vara o Criminal da Comarca de João Lisboa. O motorista é suspeito de ter sido a pessoa que levou os pístoleiros para executarem Jefte Silva Xavier. O crime aconteceu no dia 8 de abril de 2020, quando a vítima se deslocava para o Centro dos Carlos. Os bandidos simularam um acidente e quando o fazendeiro desceu da caminhonete Hilux foi executado com vários tiros. A vítima ainda foi socorrida pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.
A prisão do motorista por aplicativo aconteceu na Vila Redenção, em Imperatriz, após os policiais civis abordarem o veículo que ele conduzia, o mesmo em que teria conduzido os assassinos do fazendeiro Jefte Silva Xaves.
O preso foi levado para a Delegacia de Polícia Civil em Imperatriz, onde foi ouvido e já se encontra no sistema penitenciário à disposição da justiça.
Quatro pessoas já tinham sido presas suspeitas de envolvimento nesse crime. Entre os presos, está a ex-cunhada do fazendeiro Jefte Silva Chaves, identificada apenas por Amanda, que seria a mandante do crime. Amanda foi presa em Parauapebas (PA) e ainda se encontra naquela cidade, embora as várias tentativas de trazê-la para João Lisboa, a comarca da culpa.

Decisão do TJ-MA libera a reabertura da CPI da Saúde

TJ-MA suspende liminar que impedia a continuidade da CPI 
da Saúde do Município e diante da anulação dos atos do juiz, irão 
buscar o curso do processo de investigações
 Os vereadores irão reorganizar os trabalhos e dar continuidade ao processo que havia sido iniciado
Na manhã de ontem (30) na Câmara Municipal de Imperatriz, foi lida correspondência do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) informando a decisão de suspender o efeito da liminar do Dr. Joaquim da Silva Filho, e o afasta da causa, em função da falta de imparcialidade, baseado em relacionamento público e notório da atual secretária de saúde Mariana Jales com o Filho do magistrado.

O desembargador Cleones Carvalho Cunha votou pela suspensão do processo e adotou como relatório o parecer que derruba a exceção de impedimento arguida pelo município de imperatriz a câmara de vereadores em desfavor do Joaquim da Silva Filho, Juiz de direito da fazenda pública de imperatriz na condução do mandado de segurança 08008825/2019. Anulando todos os dados decisórios.
 
A Câmara Municipal havia impetrado instalação de comissão especial de inquérito com o objetivo de apurar irregularidades realizadas na secretaria municipal de saúde de Imperatriz através da empresa Catho Gerenciamento Técnico de Obras e Serviços, onde está não respeitava os devidos processos legais.

A decisão do TJ afirma que o objeto deflagrado pela CPI observa os requisitos constitucionais determinados e apresenta várias provas que ligam o magistrado com vínculos familiares a atual secretária de saúde, o que evidencia o interesse de causa por parte do juiz e comprometem a imparcialidade de suas decisões. Suspendem suas ações, pois apontam relação entre o julgador e o objeto do processo, o que prejudica o julgamento.

O tribunal remeterá os autos aos réus legais, podendo os mesmos recorrerem da decisão ou acatar a suspeição.