domingo, 20 de maio de 2018

Embarcação resgatada no Maranhão ficou à deriva por 34 dias com africanos e dois brasileiros

O *Barco com imigrantes da África e mais dois brasileiros permaneceu por 34 dias à deriva e chegou à baia de São marcos, em São José de Ribamar, ontem à noite, conforme publicado ontem aqui no Blog. Eles foram levados por ambulâncias do Corpo de Bombeiros e do Samu para procedimentos médicos. Dois brasileiros foram liberados e 25 africanos estão em um ginásio de esporte da capital até que as autoridades decidam o destino deles.
O Blog do Luis Cardoso publicou ontem, sábado, dia 23h, a movimentação ocorrida desde às 20h no cais do Porto de São José de Ribamar, onde minutos depois e embarcação atracaria depois que foi rebocada pela Marinha, após ser localizada na Baia de São Marcos à deriva. A embarcação trazia dois brasileiros e outras pessoas do Haiti, Senegal, Nigéria e Guiana, dentre 27 pessoas.
 
O Porto encheu de pessoas curiosas e a PM foi chamada para conter ânimos de alguns que acreditavam que a cidade estava sendo invadida e outros menos avisados achavam que os africanos poderiam contagiar a cidade com doenças, como ebola.

Os africanos refugiados foram levados para a UPA do Araçagy por onde passaram por vários exames médicos e em seguida encaminhados a um ginásio esportivo, onde dormiram e devem ter feito as primeiras refeições da manhã. Eles estavam debilitados, com fome e quase sem água para beber. Afinal, ficaram 34 dias à deriva.

O destino dos africanos seria chegar ao Porto do Itaqui, mas a embarcação sofreu avarias e mudou o roteiro de forma forçada. As autoridades brasileiras decidirão amanhã o que fazer com os africanos.

Abaixo o vídeo do momento em que as ambulâncias do Corpo de Bombeiros e do Samu chegaram para levar os refugiados africanos aos hospitais:
 Do Blog do Luis Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário