cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Pai transmite suicídio ao vivo no Facebook, após filha fazer algo terrível. VEJA VÍDEO

O turco Ayhan Uzun, de 54 anos, de Kayseri, região central
 da Turquia, virou notícia em todo o mundo
 O turco Ayhan Uzun, de 54 anos, de Kayseri, região central da Turquia, virou notícia em todo o mundo, após cometer suicídio ao vivo durante uma transmissão no Facebook.

O homem, como mostra uma reportagem da coluna ‘’Hora 7’’, do portal de notícias R7, estava muito triste nos últimos dias.

Tudo começou porque sua filha, que não teve o nome revelado, realizou uma ação que para os turcos é visto como extremamente desonroso.

Ela decidiu se casar sem falar absolutamente nada para o pai. Até a data do casório foi marcada, sem que Ayhan soubesse de nada.

Ele ficou muito triste por conta dos acontecimentos e, por isso, decidiu fazer uma transmissão em tempo real.

O turco Ayhan Uzun, durante a transmissão, mostrou que estava muito triste porque a filha fez tudo sem falar com ele.

De acordo com o homem, que é um pequeno empresário, tudo aconteceu de modo terrível. Ele ficou sabendo da ação por sua ex-esposa.

Homem foi encontrado sem vida por familiares
De acordo com Ayahan, o acerto do casório já havia sido feito com o pai da família do noivo e isso não era justo.

Ele diz que se sentiu passado para trás.

Durante toda a transmissão feita na internet, algumas pessoas tentaram falar para ele mudar de ideia e que não era para fazer esse tipo de coisa.
O homem, que estava desesperado, fez o discurso enquanto tudo acontecia normalmente.

Algumas pessoas, de maneira bastante macabra, chegam a enviar emoticons de felicidade para o homem.

Ele diz que se sentiu muito desrespeitado.

Familiares tentaram ir atrás do turco, mas chegando à casa dele, já o encontraram morto.

Ele havia cometido o suicídio. Ainda na transmissão, o pai desolado diz que tem uma arma e que, infelizmente, teria que cometer o pior.
Blasting
Veja o momento do suicídio:

Nenhum comentário:

Postar um comentário