cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

sábado, 28 de outubro de 2017

Pai é preso e liberado por estupro não comprovado contra filha no Maranhão

Em Peritoró, o técnico em refrigeração João Tiago de Sousa (foto abaixo), também vigia noturno naquela cidade,  foi acusado pela própria filha de 16 anos de dopá-la e ter cometido o estupro. E mais: a filha disse ainda que tentou o suicídio depois do acontecido. Recolhido a uma cela na delegacia local, foi solto depois que ficou comprovado a inexistência do ato.
Esta não foi a primeira vez que a adolescente faz acusações contra o próprio pai. A desavença entre os dois vem desde Roraima, quando o pai ganhou na Justiça a guarda da filha e a mãe dela, que era viciada em drogas, morreu.

A filha, que usa droga, é acusada pelo pai e madrasta de fazer a casa onde moram de bordel, levando rapazes para a prática sexual. Lá também residem duas meninas, uma de 9 anos, e outra de 12 anos. Por isso, dois dias antes das acusações da adolescente, decidiram que ela não moraria mais na casa deles.

Foi o suficiente para a menor inventar a monstruosidade. Depois da injustiça, o trabalhador voltou à rotina normal e foi apoiado pela esposa que não acreditou na versão contada pela adolescente. E lamenta ter ficado preso por um crime que ele não cometeu.


O Blog do Luis Cardoso, a exemplo de vários outros e de redes sociais, divulgou a prisão, mas decidiu retirar do ar assim que a verdade foi restabelecida.
Fonte: Blog do Luis Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário