cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

terça-feira, 25 de abril de 2017

Presa dupla que cometeu latrocínio em 2015, em Bacabal; a vítima foi morta por causa de um celular

São tantos os crimes que ocorrem em Bacabal que, na maioria das vezes, alguns caem no esquecimento da sociedade e causam sensação de impunidade, porém, a polícia não descansa até resolve-los.

Um exemplo foi o caso da morte de Adonias Gonçalves dos Santos, 34 anos, vítima de latrocínio ocorrido no dia 1º de dezembro de 2015, na Trav. Frederico Figueiras, no bairro Ramal, próximo ao Colégio Reis Magos.

Adonias estava sentando conversando na porta da residência de um amigo quando foi atingido por dois disparos de arma de fogo. Informações da época davam conta que dois homens em uma motocicleta tentaram roubar o aparelho celular de vítima que teria reagido.

Socorrido por uma pessoa que passava pelo local, Adonias deu entrada no Pronto Socorro Municipal ainda com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ele residia no bairro Santos Dumont e trabalhava em uma academia de ginástica.

Na época uma pessoa inocente chegou a ser apontado como sendo um dos assaltantes, entretanto, os dois verdadeiros culpados foram finalmente identificados e presos. Ambos já residiam fora de Bacabal, um no município maranhense de Pinheiro, o outro, identificado como Samuel de Souza Vieira, em Lucas do Rio Verde, Estado de Mato Grosso.

O mesmo foi preso no momento em que chegava para trabalhar em uma empresa multinacional de alimentos. Conforme o delegado de Polícia civil daquele município, Walter da Fonseca, a delegacia de Bacabal comunicou que o acusado poderia estar em Lucas do Rio Verde e, após uma rápida investigação, os policiais descobriram o seu  paradeiro, passaram a monitorá-lo.
Na madrugada desta terça-feira (25) os policiais agiram e efetuaram a prisão.

Samuel e seu comparsa, que a identidade será repassada à imprensa logo mais, serão recambiados para Bacabal.
Fonte: Blog do sergio matias

Nenhum comentário:

Postar um comentário