cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Preso em Açailandia, suspeito de matar Guarda Municipal no Crato/CE

Cicinho” será recambiado para o Crato/CE, onde será julgado
 Uma Operação desencadeada por homens da Polícia Civil do Crato/CE e de Açailandia/MA, juntamente com agentes do Núcleo de Inteligência da Polícia Rodoviária Federal de Balsas/MA, prendeu no inicio da tarde desta segunda-feira (18) na Vila Ildemar, em Açailandia, o homicida Cícero Francisco Cardoso Dos Santos, conhecido pela alcunha de “CICINHO MOTO-TÁXI”, tido como um elemento de alta periculosidade.

Contra ele pesa a acusação de ter matado a tiros por motivo fútil na cidade de Crato/CE, em setembro do ano passado, um Guarda Municipal identificado como Francisco Alexandre Da Silva. As investigações sobre o paradeiro do foragido tiveram início a partir de denúncias anônimas chegadas à Delegacia Regional de Policia Civil de Crato/CE.

De posse das informações, os policiais civis do Grupo de Investigações Especiais – GIESP, da DRC, passaram a atuar em parceria com o Delegado da Polícia de Açailandia, Dr. Leonardo Carvalho (2º Distrito Policial) e policiais do Núcleo de Inteligência da Polícia Rodoviária Federal de Balsas, que culminou na prisão do foragido que trabalha como entregador de Gás em Açailandia.
Motivação do Crime
Delegado e investigadores que participaram da operação

De acordo com investigadores e Delegado que preside o inquérito policial, “Cicinho” teria matado a vítima por “Motivo Fútil”, uma simples discussão de trânsito.

Ainda segundo informações, o “Algoz” estacionou a motocicleta na qual trabalhava transportando passageiros em um local proibido (parada de ônibus) e o Guarda Municipal pediu que ele retirasse o veiculo, o mesmo se negou em fazer e o agente achou por bem acionar o Departamento Municipal de Trânsito, que fizeram os procedimentos de praxe. O ocorrido foi o suficiente para criar uma “rincha” entre os dois, resultando na morte do Guarda.
Fonte:  Blog do Antonio Marcos

Nenhum comentário:

Postar um comentário