cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

terça-feira, 29 de março de 2016

Acabou, Dilma! E agora como fica o cenário no Maranhão?

A decisão do PMDB de romper com o governo Dilma Rousseff, tomada agora no início da tarde em Brasília, é o sinal mais claro de que o mandato da presidente será mesmo interrompido, tanto pela Câmara Federal quanto pelo Senado, onde os aliados da petista se resumem hoje a uma minoria.

O impeachment terá consequências fortes no cenário político do Maranhão. E o saldo, como pode ser prevê, será negativo ao governo de Flávio Dino, até hoje um dos mais ferrenhos defensores de Dilma e do ex-presidente Lula, ao ponto de atacar quem defende o impedimento como golpistas

Com a queda de Dilma Rousseff, as relações do governador maranhense não serão mais as mesmas que tinha com o Palácio do Planalto. A amizade com a bancada federal sofrerá graves abalos; até porque os deputados e senadores pelo Maranhão sempre foram tratados com desdém pelo governador.
Na Assembleia Legislativa o que se prenuncia como crise, vai virar fato real. Nenhum deputado aceitará ser humilhado pelo governo e muito menos pelo secretário Márcio Jerry. Se já não recebem nenhuma contrapartida para sua bases pelo apoio que dão ao governo, por qual razão vão bater continências para um governador que estará debilitado?

Os prefeitos, na sua ampla maioria, são tratados a pontapés. Não tem água e nem pão. Seus pleitos presentes são jogados no mar e os convênios do passado já foram enterrados. Esses serão os primeiros  a reagir com pulso forte  porque não aceitarão servir de escadas para os candidatos do Palácio dos Leões.

O cenário mudará desde já se acontecer o afastamento para que a presidenta possa se defender daquilo que não se vislumbra defesa. Então, se a solidão já bateu na porta do Palácio dos Leões, não encontrará nenhuma resistência para fazer morada.

Ou, quem sabe, até provocar expulsão. Aí é uma outra história que só o tempo dirá.

Fonte: Blog do Luis Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário