cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Acusou o golpe: após forte discurso por Rosângela, Weverton é chamado no Palácio

Apenas um dia depois de proferir emblemático discurso em favor da deputada federal Rosângela Curado, pré-candidata do PDT a prefeita de Imperatriz, o presidente estadual da legenda, deputado Weverton Rocha foi chamado “para se explicar” melhor ao Palácio dos Leões.

O pedetista esteve na sede do governo em reunião fechada com o secretário de Estado de Assuntos Políticos e Federativos, Márcio Jerry (PCdoB).

Em pauta o posicionamento firme de Rocha que, no domingo (21), disse em Imperatriz que “a Rosângela é pré-candidata porque tem partido, tem aliados e tem o povo”.

Na ocasião, ele ainda mandou uma espécie de recado aos aliados – sobretudo o PCdoB, que já tentou emplacar Clayton Noleto e agora busca viabilizar o deputado Marco Aurélio – lembrando que o PDT abriu mão da candidatura a vice-governador em 2014 para garantir a unidade do grupo.

Agora, o PDT cobra uma pequena parte da fatura.

“Esperamos que todos os aliados da eleição passada e de outras eleições possam dar o mesmo gesto que o PDT tem dado também como na passada. Todos sabem que o PDT não rachou a oposição, pois tivemos responsabilidade e conseguimos unir a oposição para derrotar o grupo que dominava o Estado. Unidos, ganhamos para o Senado e ganhamos para o Governo. Todos sabem que o PDT ia indicar na chapa de governo o candidato a vice governador, mas para unir a oposição fizemos o gesto de sair da chapa para podermos deixar unido todo o grupo e podermos vencer as eleições”, reiterou Weverton.

O governo, contudo, não gostou nada de ser pressionado dessa forma. E já reagiu (alguns diriam que acusou o golpe).

Do Blog do Gilberto Leda

Nenhum comentário:

Postar um comentário