segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Policial é executado com mais de oito tiros em Avenida de Teresina

O cabo Erivan Mesquita Silva, da PM do Piauí , 38 anos, foi alvejado a tiros quando parou no sinal de trânsito na Av. Gil Martins, em Teresina, no início da tarde desta segunda-feira(23), próximo ao condomínio Dom Avelar, bairro Tabuleta, zona Sul da capital.

O PM levou um tiro perto do coração, foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT), em estado considerado gravíssimo e morreu instantes depois. Segundo a assessoria do HUT, o policial foi submetido à massagem cardíaca para sobreviver.

Cabo Mesquita estava lotado no Ronda Cidadão e prestava serviço no interior do Estado. Ele entrou na polícia em junho de 2005.

O comandante da Rone, coronel Raimundo Souza, informou que o cabo Mesquita estava fardado em uma motocicleta da PM quando foi alvejado. O policial estava parado no sinal, quando dois indivíduos armados se aproximaram a pé, renderam a vítima e dispararam entre 8 a 10 vezes.

“O policial tentou se esconder, abraçando o poste, mas não conseguiu. Ele foi atingido”, relatou a testemunha.

Suspeito preso em condomínio

O comandante da Rone disse que um dos suspeitos foi preso logo depois do crime, dentro do condomínio Dom Avelar, que fica na esquina das avenidas Gil Martins e Barão de Gurgueia. A informação é de que ele foi tentar se esconder das diligências.

“Com ele, encontramos uma pistola da PM. Ele não é conhecido da polícia e por isso não sabemos se ele tem ficha criminal. Vamos continuar as diligências para capturar o comparsa dele na ação”, completou Souza. O suspeito capturado foi levado para a Central de Flagrantes. A polícia acredita que o segundo atirador esteja escondido dentro do condomínio.


Neste momento policias do Piauí fazem diligências na cidade de Timon onde se suspeita que o outro marginal possa estar refugiado. 
Fonte: gilbertolimajornalista.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário