sábado, 20 de dezembro de 2014

Reisado permanece vivo em Imperatriz

Delfino convida para uma festa dos Santos Reis


A Folia de Reis é uma festa católica que celebra os Três Reis Magos. Adotou-se a data da visitação dos Reis Magos, que levaram presentes ao menino Jesus quando o mesmo ainda estava na manjedoura onde nasceu, como sendo o dia 6 de janeiro. Em alguns países de origem latina, especialmente aqueles cuja cultura tem origem espanhola, passou a ser a data comemorativa católica mais importante. Mais importante, inclusive, que o próprio Natal.
No Rio de Janeiro, os grupos realizam folias até o dia 20 de janeiro, dia de São Sebastião, o padroeiro do estado. Em Imperatriz, a festa em homenagem aos Três Reis Magos existe e resiste há 27 anos.
O responsável por manter a tradição na segunda maior cidade do estado é o aposentado Delfino Alves, 75 anos, e a esposa Antônia Pereira. Há mais de 50 anos o casal mantém vivas as homenagens. O talento para a cantoria seu Delfino herdou do pai e do bisavô. Ele conta que, quando criança, ficou muito doente e a família fez uma promessa pedindo pela saúde de Delfino.
Já adulto e recuperado, Delfino continuou os passos do patriarca da família e até os dias de hoje luta pela continuação das festas dos Santos Reis.
Do dia 26 de dezembro a 06 de janeiro, Delfino, a esposa, vizinhos e alguns amigos saem pelas ruas do bairro Bacuri com uma viola e muita força na voz para desenvolver a cantoria. De porta em porta, o grupo canta e recebe doações, principalmente em produtos alimentícios, que no último dia da festa são usados para um grande banquete para toda a comunidade na residência do casal.
Para 2014, seu Delfino espera contar com ajuda de pessoas interessadas em reforçar o reisado no bairro. “Pessoas que queiram cantar e tocar com a gente pra não deixar essa tradição morrer. Principalmente os jovens”, afirma o aposentado.

O endereço onde acontece a última noite de festa promovida pela tradição do reisado no Bacuri é Rua Coriolano Milhomen, 1182, entre ruas Alvorada e Henrique La Rocque. (Hemerson Pinto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário