cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

sábado, 8 de novembro de 2014

Candidata sofre infarto e morre antes da prova do Enem

 O Instituto Médico Legal (IML) determinou um infarto como causa da morte da estudante Edivânia Florinda de Assis, de 32 anos, que morreu na manhã deste sábado, quando chegava para fazer as provas do primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O laudo do IML saiu no fim da tarde de sábado e foi entregue ao irmão da candidata, Abias Domingos Gomes. A família decidiu que o corpo será velado no Cemitério de Beberibe, onde acontecerá o enterro, às 16h.

Segundo ele, a irmã não tinha histórico de problemas de saúde. "Ela não tinha histórico de problemas de saúde. Cursava Nutrição numa faculdade particular e ia fazer o Enem para tentar uma vaga numa universidade pública", disse Gomes, que estava trabalhando em Suape, quando recebeu a informação do falecimento da irmã.

Ele informou que a família está bastante abalada. Edivânia tinha quatro irmãos, era casada e tinha dois filhos, um de 4 e outro de 11 anos. Ela tinha ido para a prova com um sobrinho de 19 anos, que também faria o exame.

Fatalidade
A candidata morreu dentro do Colégio Santa Emília, no bairro de Jardim Atlântico, em Olinda, após entrar no local de prova, cinco minutos antes do fechamento dos portões. Ela chegou correndo e ofegante e começou a passar mal ainda no pátio do colégio.

"Ela estava com falta de ar e piorou depois que entrou na escola. Colocaram ela para sentar, ela tomou água e desmaiou", conta a vendedora Roseane Nunes da Silva, que trabalha em frente ao colégio. Segundo Roseane, a candidata abriu os olhos e depois desmaiou novamente.

Um policial militar e uma enfermeira que estavam de plantão no local prestaram os primeiros socorros, enquanto os bombeiros e o Samu eram acionados. As equipes do Corpo de Bombeiros e do Samu chegaram ao local cerca de 40 minutos depois, aplicaram técnicas de reanimação, mas Edivânia de Assis já havia falecido.

De acordo com assessoria de imprensa do Colégio Santa Emília, a candidata estava acompanhada de um sobrinho, que também iria fazer a prova.

Notas de pesar
O Instituto Nacional de Estudos Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nota de pesar pela morte da estudante Edivânia Florinda de Assis. Confira a nota:

"O Instituto Nacional de Estudos Educacionais Anísio Teixeira (Inep) lamenta profundamente a morte da participante do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 Edivania Florinda de Assis, ocorrida neste sábado, 8, em Olinda, no Colégio Santa Emília, onde faria as provas. Nesta oportunidade, o Inep se solidariza com a sua família."

A presidente Dilma Rousseff também divulgou nota nas redes sociais (Twitter e Facebook) lamentando a morte da estudante. "Presto minha solidariedade à família e aos amigos da candidata Edivana de Assis, cuja morte ocorreu quando se preparava para as provas em Olinda", diz o texto.
Alice Souza , Sávio Gabriel /Diario de Pernambuco 

Nenhum comentário:

Postar um comentário