cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

sábado, 9 de agosto de 2014

JOVEM É MORTO A TIROS, OS DISPAROS FORAM A QUEIMA ROUPA TODOS NA ALTURA DO PEITO

ANTONIO PEREIRA NETO TINHA 19 ANOS E A POLÍCIA JÁ IDENTIFICOU O POSSÍVEL AUTOR DO CRIME
 As últimas horas na cidade de Caldas Novas têm sido marcadas pela violência. No inicio da tarde desta sexta-feira, por volta das 13 horas, o Centro de Operações da PM de Caldas Novas (COPOM) recebeu informações de que no setor Itaici II ouviu-se vários disparos possivelmente de arma de fogo vindo de uma residência na Rua 15 do mesmo setor.
OS DISPAROS FORAM A QUEIMA ROUPA TODOS NA ALTURA DO PEITO
Equipes da Polícia Militar e do Serviço de Inteligência foram para o local e chegando ao endereço repassado pelo COPOM encontraram um indivíduo dentro de uma casa atingido por vários disparos de arma de fogo. Logo em seguida uma Unidade de Resgate dos Bombeiros chegou e levou a vítima para o hospital municipal de Caldas Novas (PAI). Os primeiros atendimentos foram feitos, mas a vítima não resistiu e acabou morrendo. A vítima foi identificada como sendo Antônio Pereira Neto, 19 anos.


Os primeiros levantamentos realizados pela polícia no local dão conta que o autor possivelmente conhecido da vítima chegou a sua casa dizendo que queria almoçar, entrou e em um momento oportuno sacou de uma arma de fogo que estava na cintura e disparou varias vezes atingido o tórax da vítima. Uma testemunha contou à polícia que viu o autor deixando a cena do crime e o identificou como sendo Rafael Ferreira da Silva (foto), vulgo “KTT”. Com base nessas informações os policiais foram atrás do suposto autor, mas ao saber que estava sendo procurado Rafael Ferreira fugiu e até o fechamento desta matéria ainda não havia sido localizado. A polícia já o considera foragido.




A VÍTIMA POSTAVA FOTOS EM REDES SOCIAIS OSTENTANDO ARMAS



Antônio Pereira Neto, 19 anos segundo informações da polícia tinha apenas passagem por delitos cometidos em trânsito, mas exibia em redes sociais fotos ostentando armas e sempre estava na companhia de pessoas conhecidas da polícia. Antônio já estava sendo monitorado pela polícia sob suspeita de estar participando de crimes na cidade.  A polícia, até que se pegue o possível autor, não sabe ainda as motivações do crime.  

Alison Maia – Repórter Policial

Nenhum comentário:

Postar um comentário