cuidado

cuidado
Dicas de prevenção contra o coronavírus

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Presa no interior, maranhense suspeita de matar idosa com 60 facadas em Brasília

A polícia prendeu nesta quinta-feira (24), no município de São Bernardo, a 377 km de São Luís, Madriely dos Santos, de 25 anos. Ela é acusada de ter assassinado a ex-patroa, uma idosa de 72 anos, com 60 golpes de faca, quando morava em Brasília.

Madriely veio se esconder na cidade onde nasceu depois de ter cometido o homicídio no Distrito Federal, em abril deste ano.

O crime teria sido praticado após uma discussão entre a vítima e a acusada, que estava acompanhada de um comparsa que seria seu namorado. Madriely teria sido demitida e tinha voltado à casa da idosa para cobrar o que lhe era de direito.

Ao perceber que a vítima não ia ceder às cobranças, a doméstica demitida e o suposto namorado mataram a idosa com 60 golpes e faca e em seguida roubaram objetos da casa.


A suspeita de ter desferido as facadas já se encontra em São Luís, mas deverá ser transferida para o Distrito Federal, onde cumprirá pena pelo crime que cometeu. O comparsa dela também já foi identificado, mas não teve o nome divulgado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário